sexta, 19 de julho de 2019

Notícia

Você sabe como está sua segurança nas redes sociais?

A segurança nas redes sociais é uma grande preocupação para os empreendedores que começam a explorar esses ambientes para praticar o marketing digital. Quais são os riscos que existem no mundo digital e podem afetar o seu negócio? Saiba mais!

O objetivo da utilização das redes sociais é melhorar a imagem da empresa e atrair um público interessado no seu produto ou serviço, certo? Porém, tudo isso pode ficar comprometido quando ocorrem problemas de segurança. Imagine o impacto negativo que aconteceria se o seu perfil do Facebook fosse hackeado e publicasse conteúdos ofensivos.

As redes sociais podem trazer muitos benefícios para o seu negócio, basta que você fique atento a algumas questões básicas de segurança na internet. 

 

OS PERIGOS DA INTERNET

A segurança nas redes sociais inicia com a consciência em relação aos perigos que podem existir na internet. Nem sempre os problemas nesse âmbito estão exclusivamente nas interações feitas dentro das redes sociais: a abertura de um e-mail malicioso pode comprometer a segurança da sua rede e impactar nos seus perfis na mídia, por exemplo.

Para ajudá-lo a evitar situações de risco, listamos os principais perigos da internet:

  • Furto de identidade: acontece quando uma pessoa mal-intencionada cria um perfil falso da sua empresa nas redes sociais, tentando se passar pela sua marca – seja para fazer vendas falsas ou simplesmente manchar a sua reputação.
  • Fraude de antecipação de recursos: é um golpe em que é solicitada determinada quantia de dinheiro em troca de um benefício futuro. Um ótimo exemplo disso é um anúncio no Facebook que promete aumentar o número de seguidores da sua página e solicita o pagamento adiantado.
  • Phishing: é uma técnica de engenharia social utilizada para obter informações sigilosas. Acontece quando você recebe um e-mail de alguém que se passa pelo Instagram solicitando o seu nome de usuário e senha, por exemplo.
  • Códigos maliciosos: vírus, spywares, bot e cavalo de troia são alguns exemplos de códigos maliciosos que estão presentes na internet – seja nos sites que você acessa, em e-mails recebidos ou até mesmo em links nas redes sociais.
  • Spam: são aquelas mensagens indesejadas enviadas para milhares de pessoas todos os dias. Apesar de parecerem inofensivas, as mensagens de spam podem produzir efeitos negativos – como a perda de tempo para apagá-las, o consumo da internet ou a propagação de códigos maliciosos.

 

COMO AUMENTAR A SEGURANÇA NAS REDES SOCIAIS?

As redes sociais podem ser muito seguras quando você consegue evitar os perigos que acabamos de ver. Adotando as práticas corretas, é possível extrair apenas os aspectos positivos desses ambientes. Veja como é possível aumentar a segurança nas redes sociais:

  • Mantenha os programas atualizados. Não só o antivírus, mas todos os programas e sistema do seu computador devem estar sempre atualizados para evitar vulnerabilidades.
  • Utilize senhas seguras. Uma das formas mais fáceis de prejudicar as suas redes sociais é quando outras pessoas conseguem descobrir a sua senha. Por essa razão, procure utilizar sempre senhas seguras – que são longas, não seguem uma lógica e exploram uma combinação com diferentes tipos de caracteres.
  • Configure a autenticação em dois-fatores. Várias redes sociais permitem que você adicione uma camada extra de segurança com a autenticação em dois-fatores – que é a solicitação de duas autenticações diferentes para acessar uma conta de um novo local (com a senha e confirmação por SMS, por exemplo).
  • Tenha bom senso na navegação. Essa, talvez, seja a principal forma de manter a segurança nas redes sociais. Desconfie de mensagens recebidas de estranhos, evite clicar em links desconhecidos e não acredite em propostas muito vantajosas. Com base no bom senso, é possível escapar de grande parte dos perigos da internet.

Principalmente contas empresariais precisam de segurança! Boa semana e bom trabalho!

 Fonte: http://howdigital.com.br

 

 

Marcio Godoi

Carreira e Empreendedorismo

Formado em Administração de Empresas pela UnC - Universidade do Contestado. Possui pós-graduação em Gestão pela mesma instituição. Em sua carreira na área da administração trabalhou por 9 anos no setor público, atuando também por mais de 10 anos no setor de comércio e prestação de serviços onde atua atualmente. É professor de Administração. Na coluna Carreira e Empreendedorismo tem o objetivo de orientar profissionais, discutir e comentar assuntos relacionados ao emprego e carreira profissional.