×

REGIÕES

Curitibanos Frei Rogério Ponte Alta do Norte São Cristovão do Sul São João Batista

NOTÍCIAS

Expocentro Esporte Fique Ligado Segurança Santa Catarina Brasil
São João Batista

Sessão da Câmara de Vereadores de São João Batista com quatro projetos para votação

Entrou na pauta seis indicações. Foto: Divulgação.

 

A primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores de São João Batista do mês de março, teve na pauta a votação de quatro projetos para única votação, (sendo dois relacionados ao Mulheres do Ano, uma emenda, uma redação final) e um para primeira votação, para leitura entrou um projeto do Legislativo. Também entrou na pauta seis indicações.

Projeto para leitura

Projeto de Lei Ordinária nº 03/2021 de autoria dos Vereadores Elisandro dos Santos e Gustavo Grimm:

Dispõe sobre a isenção da taxa de inscrição para Concursos Públicos Municipais e Processos Seletivos aos candidatos hipossuficientes participantes de programas sociais (CADÚNICO) do Governo Federal.

Votação emenda modificativa

Emenda Modificativa Nº 01/2021, que modificada a ementa do Projeto de Decreto nº 01/2021, que passa a vigorar com a seguinte redação:

CONCEDE O TÍTULO DE MULHERES DO ANO”.

Fica concedido o título de Mulheres do Ano a Márcia Cordeiro, Maria de Fátima Inácio Fagundes, Maria Rosa Vargas Cim, Maria Valquíria Puel e Solange Terezinha Rachadel da Costa, pelos relevantes serviços prestados à Comunidade de São João Batista.”

Projetos para votação

Em Única discussão e votação do Projeto de Lei Ordinária nº 06/2021:

Dispõe sobre a criação do Fundo Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e dá outras providências. Aprovado por unanimidade.

Em 1ª discussão e votação do Projeto de Lei Ordinária nº 05/2021:

Altera o anexo VI da lei Nº 3.729/2017, de 23 de agosto de 2017, no item que identifica o cargo de atendente de consultório odontológico PSF. Aprovado por unanimidade.

Votação Única do Projeto de Decreto nº 01/2021:

Dispõe sobre a concessão do título Mulheres do Ano, de acordo com o artigo 8º item XIII da Lei Orgânica Municipal. Aprovado por unanimidade.

Votação Única da Redação Final ao do Projeto de Decreto nº 01/2021:

Dispõe sobre a concessão do título Mulheres do Ano, de acordo com o Artigo 8º item XIII da Lei Orgânica Municipal. Aprovado por unanimidade.

Votação Única da moção

Do Vereador Gustavo Grimm:

Dos vereadores Gustavo Grimm e Elisandro os Santos

Nº 2/2021 - Princípio da Assembleia de Deus em São João Batista

Tendo em vista o aniversário de 20 anos de emancipação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São João Batista – Santa Catarina, faz - se propício relembrar os primórdios desta relevante igreja na capital catarinense do sapato. Assim como a história desta instituição centenária no Brasil, os relatos dos primeiros crentes das Assembleias de Deus em nossa cidade são “recheados” de transformações, curas, milagres e, como não poderiam faltar, grandes perseguições.

Tudo começa na localidade de Arataca quando seu Ângelo, fiscal de dedetização da DDT de Brusque, veio prestar seus serviços no interior batistense. Sendo esse convertido ao evangelho, por onde passava falava de como Jesus havia transformado sua história escrevendo seu nome no “livro da vida” e fazendo morada em seu coração, testemunho esse que impactou dona Izabel Peixer conhecida moradora na localidade que, diante de tanto poder transformador, entregou sua vida pra Jesus no carnaval de 1966, tornando-se a 1ª crente das Assembleias de Deus de São João Batista. A irmã Belinha, como é conhecida até hoje na localidade onde ainda mora, ganhou a permissão de seu esposo, seu Antônio que mais tarde também se converteria, para receber o irmão Ângelo em sua casa sempre que este passasse por ali. O dedetizador de grande estatura e forte testemunho trazia sua vitrola e colocava alguns hinos de louvor a Deus pra tocar, evento esse que chamava muita atenção dos moradores locais, já que a vitrola era uma novidade para época, e a letra dos hinos sempre muito impactante.

“Consolador amado, meu protetor do mal,

Solicitude minha toma a Si, Dos vales é o lírio, a estrela da manhã, O escolhido dos milhares para mim” (trecho hino 198 da harpa cristã)

Relembra irmã Belinha que o hino 198 da harpa cristã, que é o hinário oficial das Assembleias de Deus, não poderia faltar nos encontros, e toda vizinhança ouvia. A pioneira testemunha que ficou quase 4 anos sem participar de cultos, já que não havia ainda igreja na cidade (ou na localidade), esperava as passagens do irmão ângelo pela localidade, o “crente da batata” como era chamado o brusquense por se abrigar na casa dos Peixer que cultivavam tal hortaliça. Mas com a vinda do irmão “Bernardão da caçamba”, itajaiense de eloquentes palavras, sempre acompanhado de sua esposa irmã Eloí, começaram alguns cultos ao ar livre. Com a conversão da mãe dona Sebastiana, e a amiga dona Erica, a nossa querida pioneira, irmã Belinha, encontrava também irmãs da fé. Em 1972 a irmã Erica falando de Jesus para dona Santina Ouriques instiga-a ir na casa da Belinha para ouvir “as palavras bonitas que uns homens falavam acerca de Jesus”. Dona Santina se converte no mesmo anos e após esconder a mudança de religião do próprio marido se torna companheira de batismo da irmã Belinha em 1974.

As duas relembram que com o avanço do evangelho, cultos ao ar livre e nas casas eram realizados, e sempre eram acompanhados de ameaças, xingamentos pedradas, mas também livramentos miraculosos da parte de Deus. Com a conversão da “dona Nica” por volta de 1981 estabelece-se o 1º local de cultos na localidade, que recebia muitos obreiros e pregadores: Presbítero João Amaral, Janjão pintor, irmão Furtado, o presbítero Lavino Serpa. Até mesmo o pastor Claudino Zabel, com seu jovem filho gaiteiro, o menino Vilson, que é o atual presidente das Assembleias de Deus de São João Batista, passaram pela casa da irmã Belinha cantando hinos e pregando a palavra de Deus nos primeiros passos de fé desta pioneira local.

Mais tarde se descobriu que no Salto Major seu Tetelo (Sebastão Zunino) também se convertera, e que a dona Iná moradora do centro de São João Batista, aceitara a Jesus como seu único e suficiente salvador.  Ao ouvir os relatos das pioneiras da fé, nôs certificamos de que mesmo diante das provações e perseguições, Deus sustentou seus filhos para que esta obra pudesse seguir adiante ao longo dos anos, vencendo desafios e dando fundamentação para esta grande igreja que temos hoje em nossa cidade. A história das Assembleias de Deus caminha junto e coopera com a história de emancipação e crescimento do próprio município.

A cidade de São João Batista tem sido abençoada por esta amada igreja.

Moção aprovada por unanimidade.

*Assessoria de Comunicação - Câmara de Vereadores São João Batista. 

 

 

 

 

 

 

Grazielle Delfino

Comentários

Carregando do Facebook...
Vídeos da Semana

Informativo municipal - Edição 08

29/06/2022

Informativo municipal - Edição 07

22/06/2022

Últimas Notícias