terça, 22 de outubro de 2019

Notícia

Montadoras alertarão sobre recall pendente via documento e aplicativo

A tecnologia cada vez mais presente no mundo automotivo, não só na produção, mas também na interatividade, informação ao cliente e proprietário. No caso de um Recall, as montadoras convocam os proprietários através da mídia de massa, principalmente a televisão, além é claro do contato a cada individuo.

É comum alguns proprietários não atenderem o chamado da montadora, por não tomarem ciência deste e principalmente por esquecimento. Para aprimorar esse serviço ao consumidor e atendimento. Uma portaria conjunta entre os ministérios da Infraestrutura e Justiça tem como objetivo alertar sobre um Recall a ser feito, o aviso sairá no documento do veículo.


 “De acordo com o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), a pendência vai constar do CRLV (certificado de registro e licenciamento de veículo) quando houver novo licenciamento. Além disso, as novas regras alteram a forma de comunicação do recall, que passa a ser informado ao proprietário pelo próprio departamento por meios eletrônicos. O "aviso de risco" será enviado por e-mail aos consumidores com cadastro ativo no portal de serviços do Denatran”. UOL.  

O aviso do recall pendente também será feito pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito, versões eletrônicas da CNH e do CRLV e SNE - estes que permitem acompanhar multas de trânsito e quitar com 40% de desconto respectivos débitos.

 No caso do alerta digital estiver impossibilitado ou não for atendido, o mesmo será feito por mala postal ao domicílio do proprietário registrado no Renavan do veículo. As montadoras continuam na obrigação de alertar individualmente o consumidor e nos meios de comunicação, como de costume.
A novidade é que elas têm de fornecer um comprovante ao cliente que o procedimento de recall, o reparo foi realizado. Sendo assim, o consumidor será estimulado com mais ênfase a atender as solicitações da fábrica, isso contribui para a boa performance do veículo e principalmente para a segurança dos ocupantes.

Assim como condutores esquecem de revalidar sua CNH, de licenciar o automóvel, o recall também passa despercebido. Isso não irá mais acontecer se depender desta novidade.

 

                                                                                                            Use o cinto de segurança.

Renato Santana

Dirigindo no Via

Colunista especializado em assuntos automotivos, formou-se em Jornalismo em 2010. Trabalhou por 16 anos como vendedor de autopeças, também prestando consultoria e suporte aos clientes. Atuou também em concessionária e oficina,onde adquiriu conhecimento prático. Fez visitas técnicas a várias fábricas de autopeças e sistemas automotivos, participou de palestras na área, aprimorando seu conhecimento. É também entusiasta por veículos antigos.