quarta, 28 de outubro de 2020

Notícia

Falando de com Amor

Sabe, as pessoas muitas vezes são orientadas que para serem felizes, para chegarem ao tal de paraíso ou ir para o céu, é preciso observar e obedecer centenas de normas, regulamentos, mandamentos, leis, proibições, dogmas, profecias, etc., que foram e são fabricados pelas pessoas e, até “justificam” que foi Deus quem mandou e, dizem: É preciso cumprir a lei, obedecer a palavra. Muitos acham que cumprir a lei e obedecer a “palavra” é tudo, que é mais importante que viver. Jesus, o Cristo, falou: - “Existe uma maneira simples e gostosa para se chegar ao Pai: é o AMOR! Se vocês amarem, estarão cumprindo a Lei, segundo a palavra, até mesmo sem terem consciência disso. Se vocês amarem, poderão fazer muitas coisas sem medo de ofender a Deus”. Cada um pode verificar por si mesmo que, essa sugestão funciona! Vamos viver, vamos amar!

O 1º. Mandamento diz: “Amar a Deus sobre todas as coisas” - Amor!

2º. - “Não usar o nome Santo, em vão”. Quem entre nós ousaria falar mal ou falar levianamente de alguém, se realmente ama?

3º. “Guardar domingos e dias de festas”. No dia que esperamos e nos encontramos com alguém que amamos, não nos dedicamos ao amor? Quando amamos, acontece a mesma coisa, pois nas Leis de Deus está implícito o Amor! Se amamos nossos pais, é desnecessário exigir que os honremos, que não os maltratemos, que não os matemos! Não concordam? Para quem Ama o próximo, é até uma ofensa dizer para não falar mal, que não faça e nem comente fofocas, não roube, que não magoe ninguém. Como pode alguém falar mal, inventar ou divulgar fofocas, roubar, magoar, se é movido pelo amor? Pedir a alguém para não levantar falso testemunho do próximo, fazer fofoca, seria ridículo até, pois jamais alguém faria isso, se amasse! Quem ama ajuda, não atrapalha. Só o amor é a regra que resume todas as regras. O amor move a vida! O segredo da vida é amar! O amor tem a capacidade de tocar os corações e estimular as pessoas a realizarem importantes tarefas muito além dos seus limites. Usar de belas retóricas persuasivas, mas, se proferidas com palavras vazias de amor, não toca, não penetra, por mais lógicas e inteligentes que possam parecer. Vamos viver, vamos amar!

Odir Antonio Lehmkul

Reflexões Insólitas

Professor e Radialista, agora aposentado. É Acadêmico - Membro da Academia de Letras de Balneário Camboriú – ALBC – Ocupante da Cadeira nº 20. Também Membro da União Brasileira de Trovadores – UBT. Autor de Livros - A Capacidade de Ser Livre, Vol. 1 e Vol. 2 - Projeto Preventivo, Formação de Agentes Multiplicadores e Guia do Mestre. - A SAGA – Uma Viagem Inesquecível - O Meu Tempo de Menino – Autobiográfico Memorialístico