×

REGIÕES

Curitibanos Frei Rogério Ponte Alta do Norte São Cristovão do Sul São João Batista

NOTÍCIAS

Esporte Fique Ligado Segurança Santa Catarina Brasil
Dirigindo no Via

Etanol não é petróleo, porque também sofre reajuste?

Nesses tempos de combustível com preços exorbitantes, todos procuram alternativas para sentir menos no bolso os efeitos da alta.

O Etano, sempre é uma delas, desde que o litro custe até 70% do valor em relação ao da gasolina, pois combustível vegetal consome mais, por ter uma octanagem menor que o derivado do petróleo, o motor exige taxa de compressão mais alta, para queimar.

Mas, se o álcool vem da cana, porque ele também sobe quando sobe a gasolina? O Etanol segue o reajuste por dois motivos simples:

Imposto – Quando o governo reajusta os impostos sobre todos os combustíveis, nesse caso nenhum escapa.

Acontece também o inverso, quando o álcool sobe, a gasolina o segue. Difícil compreender, pelo fato de como citado acima, este não vem do petróleo. Acontece é que a gasolina em sua composição contém 27% de álcool (etanol) é outra justificativa.

Outro motivo para o reajuste do etanol, mediante o do petróleo é que o transporte desde a refinaria ao posto é feito por caminhões, estes movidos a diesel, petróleo, indiretamente afeta o custo do etanol, além de insumos que chegam á refinaria também por caminhões.

Na entressafra da cana de açúcar a produção diminui, consequentemente também a oferta, é a lei da oferta e da procura. Quando o açúcar alcança valores mais altos para exportação, os usineiros preferem destinar a cana mais para produzi-lo do que para produzir álcool, assim diminuindo a matéria prima para a produção do combustível, e ai, fica mais caro.

E também a politica dos revendedores, alguns se aproveitam de qualquer um desses “argumentos” para alterar os preços na bomba.

Infelizmente estamos a mercê, precisamos abastecer, precisamos rodar. Vale economizar de qualquer forma possível, pois baixar preços, por enquanto é o sonho de todos.

“Se for dirigir não beba”

Comentários

Carregando do Facebook...
Vídeos da Semana

Vacinação contra a Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos com deficiência ou comorbidades

18/01/2022

Com aumento de casos de Covid-19, prefeitura reorganiza atendimentos

06/01/2022

Últimas Notícias