×

REGIÕES

Curitibanos Frei Rogério Ponte Alta do Norte São Cristovão do Sul São João Batista

NOTÍCIAS

Esporte Fique Ligado Segurança Santa Catarina Brasil
Economizando

Agronegócios, um grande negócio

A Pandemia realmente está fazendo com que todos nós déssemos uma revisada em nossos conceitos, em nossos “normais” que hoje são os “novos normais”. Paradas, horários diminuídos, horários revistos, um dia uma portaria, noutro dia outra de outro poder ou estadual ou municipal, uma ou outra nacional. E estamos nós cada semana um novo desafio de entender as portarias, muitas vezes sem se fazer entendida nem por quem publicou e assinou.

Mas nesse momento vamos voltar nossas ideias para o Agronegócio, um grande negócio. Alimentos não param, produção também não para. Tecnologia para o setor não para. Inovação para o setor não para. Nada fica estacionado, muito menos o consumo da população em casa em quarentena e se desafiando na comida. A pandemia nos deixou inseguros quanto a falta de alimentos em vários lugares do planeta. Uma insegurança que nos levou a estocar por segurança.

Analisando os dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, estima um crescimento de 3% para o setor de agronegócios para 2021, advindos das exportações e do câmbio favorável às exportações, projetando trilhões de acréscimo à economia brasileira.

E também analisando os dados do Banco Mundial, que confirma a expectativa da CNA. Em 2020 houve uma retração da economia global de 4,3%. Para 2021, as projeções são de 3% de crescimento, mesmo número esperado para o Brasil.

Essas informações, dentre outras nos levam a ver que um dos mercados de maior crescimento foi o agronegócio, e diga-se que ajudou a reduzir a queda do PIB do Brasil em 2020, ano em que cresceu 9% contribuindo com mais de 25% do PIB do Brasil, alcançando recorde em exportações e superávit comercial, mesmo com o cenário mundial de pandemia. 

Conforme os dados do Banco Mundial, o que levou a esse resultado foi a somatória de fatores, nos quais citou:

  • Abastecimento do mercado nacional; 
  • Exportações;
  • Infraestrutura, escoamento de produção, armazenamento;
  • Tecnologia implementada;
  • Serviços ao agronegócio – consultorias contábeis, jurídicas, financeiras etc.

Nos produtos Agro que tiveram destaque de desempenho, citou:

  • café arábica (+58%) - aumento da produção; 
  • arroz (+49%) - incremento do preço; 
  • trigo (+47%) - crescimento da safra maior que os preços; 
  • soja (+32%) - preços maiores em relação a 2019 e;
  • milho (+31%) - preços maiores em relação a 2019.

(Fonte: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA)

ECONOMIZANDO

Empresário rural, obrigado por sua dedicação e constante labuta na área alimentar. Aqui em nossa região, agradecer principalmente ao sistema cooperativa que uniu os produtores e mostrou a força do setor. De homem do campo para empresário rural. Acreditamos sempre em você e na sua produção.

Comentários

Carregando do Facebook...
Vídeos da Semana

Vacinação contra a Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos com deficiência ou comorbidades

18/01/2022

Com aumento de casos de Covid-19, prefeitura reorganiza atendimentos

06/01/2022

Últimas Notícias